sábado, 24 de junho de 2017

PROIBIÇÃO DO FUNK: PRA QUEM SABE LER UM ( MC ) PINGO É FUNK * Deley de Acari - RJ

PROIBIÇÃO DO FUNK: PRA QUEM SABE LER UM (MC)PINGO É FUNK.



Esse senador e os vinte mil assinantes pedindo pra proibir o funk podem até tentar, pode ante conseguir. mas dificil é e será definir o que é funk, o que não é. Neste momento a um punhado de cantores e compositores gospels compondo e catando e gravando em ritmo de funk, vendendo centenas de milhares de cds...
Por uma questão de izonomia, se proibir um funk do Pingo ou do Teko terá que se proibir um funk gospel do Pregador Lou.
Basta que qualquer um de nós, meros mortais, entremos na justiça, pra proibir também um funk gospel que possa atacar deuses afros chamando-os de demonio.
E também será preciso tirar dos catalogos das gravadoras e proibir a execução do funks compostos por artistas brancos de classe média como fernanda abreu, lulu santos, ou por criolo. sem falar to disco só de funk da dupla claudinho e buchecha gravado por lulu santos.
O acaro é o apelido que Oxalá usa quando não quer dizer o próprio nome. Quis Oxalá que amanhã, no Evento Direito A Favela, no Museu da Maré, organizado pelo mandanto da vereadora Mariele Franco haverá duas mesas: uma sobre educação e cultura e outra sobre segurança publica e legalização das drogas.
Separadas, a duas tem algo em comum. Pro "estado" e pra elite dominante branca racista educação e cultura são problemas de segurança pública, não de educação e cultura por si mesmas. Educaçao e cultura, bem entendido, do povo da favela e da periferia.
Proposições de leis como essa, e de outras formas de tentativa de proibição do funk, ja aconteceram e vão acontecer outras vezes, mas raramente acontecerão num momento particularmente conservador, militarizante, penalizador, racista, como o que vivemos e afeta principalmete, as raças e classes perigosas como as nossas de afrodescendentes.
O perigo permanente que representamos não se trata de uma paronóia, um delirio fóbico de uma elite branca burguesa racista que até hoje quase 130 depois da abolição ainda desfruta dos previlégios e riquezas adquridas parazitalmente desde a escraviidão.
Somos realmente um raça e classe perigosa enquanto não tomarmos pra nós pra os nossos tudo que se apropriaram como produto do nossa força de trabalho fisica e intelectual.
Uma lei de proibição do funk pode não vingar, mas servira de alerta, neste momento: que o funk não seja tornado, a voz e a motivaçao de um levante partido das favelas, não um levante dentro da ordem, mas um levante que rompa com a ordem atual.
No maximo será admitida a "revolução dentro da ordem." Desde que a CUFA, o AFROREGGAE ,que já ganharam a confiança da elite branca liberal, como pretos de confiança, estejam no controle,tudo bem. Desde que um Catra ou EMICIDA virem empresários, criem holdings pra controllar o pretinhos metidos a arttas dentro das favelas, tudo bem. Desde que o PCC ou a FAMILIA DO NORTE, Megacapitalistas do Crime, mantenham o funk e os funkeiros enquadrdos, fazendo apopogia ao capital criminal e seus joelys e marcelos odebrxis do crime globalizado, mesmo na ilegalidade tudo bem. Desde que o funk do mal seja funk do bem pra quem é do mal, desde que o funk do bem seja funk do mal pra quem é do mal, desde que o funk, os fankeiros, os gostadores do funk, os patrões do funk matenham o funk maniqueista, antidialético, antirvolucionário, no maximo refromista, tudo bem.
tudo bem, mas por questões de segurança pública e do sono seguro e tranquilo das elites brancas eurocentricas neoescravagistas, o funk, como foi o samba e o soul music antes de serem domesticados e gentrificados, será um problema de segurança publica, das elites, não da segurança popular, nossa raça e classe perigosa e não de cultura como são a mpb, a musica classica o choro.
Em fim, essa lei de proibição do funk, vista ao pé da lei e da letra da lei, pra quem é funkeiro, ou não é mas gosta ou odeia, pra QUEM SABE LER UM (MC)PINGO É LETRA!. OU MELHOR: FUNK

sexta-feira, 23 de junho de 2017

É Quase Impossível Não Sucumbir a Mais Profunda Tristeza.... (Autoria Desconhecida)

 É quase impossível não sucumbir a mais profunda tristeza


'A SBPC e uma parte das entidades de classe ligadas à ciência não foram contra o golpe. Algumas até classificaram tudo como "andamento institucional correto".
Temer cortou em 44% as verbas para ciência.

A OAB apoiou o golpe, seu presidente foi efusivo defensor da ilegalidade
O STF chancela todo ataque da magistratura para criminalizar o advogado e o direito de defesa.
E agora uma parte dos advogados - os trabalhistas - correm o risco de se tornarem desimportantes totalmente.

Os professores se dividiram com um grande número apoiando o golpe "contra u pêtê". Temer aprovou a reforma do ensino médio, deixando inúmeros sem postos de trabalho, agora aprova a terceirização e ainda tem os projetos ditatorias do MBL vindo por aí.

Os petroleiros apoiaram o golpe, "o petê quebrou a petrobrás" diziam os mal informados.
Parente (presidente indicado por Temer) está vendendo a petrobrás por partes, mudaram a lei de partilha, mudaram as diretrizes que obrigavam a petrobrás a comprar de empresas nacionais e agora passa lei que permite demissão de funcionário estável para "cortar custos".

Os trabalhadores dos correios apoiaram o golpe. Tem até foto deles queimando a bandeira "do pêtê".
Um número significativo já foi demitido e com a lei da terceirização um número maior ainda estão em risco.

Bancários do BB e da Caixa apoiavam emocionadamente o golpe. "Não aguentamos mais o 'pêtê'" diziam.
Ambos os bancos deixaram de ser importantes no governo Temer (que pretende dar esta fatia de mercado aos bancos privados).
Já foram fechadas mais de 3000 agências por todo o brasil e as demissões já começam a acontecer.

Os policiais foram a favor do golpe. Das polícias civis até a federal. Os desorientados reclamavam do "comunismo" e a parca capacidade de compreensão deles fizeram até dar tiros em foto da presidenta sem que nada acontecesse.
Já tiveram suas verbas funcionais diminuídas e seus salários congelados por 20 anos.
Agora estão no bojo das reformas da previdência e pela lei da terceirização estados poderão contratar empresas de segurança para policiamento. Além de perderem os valores por insalubridade e tudo mais.

Os jornalistas (que fazem a mídia funcionar) foram coniventes com o golpe. Se não estavam claramente distorcendo notícias e adulando o saco dos patrões estavam em silêncio. Fotógrafos cegados com tiros da PM, censura correndo solta nas redações e agora com a terceirização e precarização atingindo todos seus espaços diminuirão, na mesma proporção dos salários.

Taxistas apoiaram o golpe. Posso estar errado mas a grande maioria me parecia reacionário. Perdi as contas do número de discussões que tive com estes trabalhadores tentando alertar sobre o que acontecia. Eles apenas viam o "pêtê" ...
Os dados dos sindicatos e empresas de tele taxi acusam queda já de 23% do uso do taxi. Menos dinheiro, menos salário para as pessoas, menos corridas de taxi ... era óbvio.

Os médicos ficaram a favor do golpe. A mostra que diploma não quer dizer inteligência. Revoltaram-se com os "cubanos". Tinha até médica dizendo que tinha achado o dedo do Lula em locais bastante deselegantes.
Tiveram seus salários congelados por 20 anos (os que trabalham para o estado) e agora serão transformados em mercadoria barata com o fim da CLT e as terceirizações.
A diminuição do SUS significa também o fim de alguma segurança financeira que estes profissionais tinham.
Alguns ainda continuam achando bom, porque nos salvamos do comunismo.
Isto mostra que os médicos deveriam ter planos exclusivos de assistência psiquiátrica para si mesmos.

Engenheiros apoiaram o golpe. O número de reacionários entre as profissões ligadas às ciências exatas é imenso. Parece que a lógica cartesiana que eles aprendem não lhes permite perceber nada além de 0 e 1. Tudo em conotação binária. Me recordo que durante os governos Lula e o primeiro Dilma o Brasil importava engenheiro. Os nacionais estavam quase todos empregados e o esforço era formar mais, pois o Brasil precisava de mais e melhores engenheiros.
Agora, estão sendo demitidos pela crise da construção civil e da cadeia de produção do petróleo.
Ainda com a terceirização serão mais baratos os seus preços, como todos os trabalhadores.

Os bancos estão felizes.
Os juros se mantém e o Temer liberou o FGTS para eles (quase 70% ficou com os bancos).
A mídia teve aumento de mais de 100% em média em suas verbas.
Os políticos tiveram aumento e não estão entre os atingidos pelas reformas.
Os magistrados e procuradores tiveram aumento e não são afetados pelas reformas.
Os militares tiveram cortes nos seus projetos estratégicos mas (mesmo responsáveis por mais da metade do problema da previdência) estão fora da reforma.

Entendeu agora, o que nós historiadores, cientistas políticos e cientistas sociais dizíamos?
Dizíamos que era um golpe jurídico-legislativo empresarial.
Que era contra todos os trabalhadores e as pessoas mais pobres do país.
Entendeu agora? 
Está claro?


O

Cria Cuervos / Benjamin Carrion - Equador

Cria Cuervos
video
Benjamin Carrion - Equador
Informe Biográfico
http://www.ccbenjamincarrion.com/ccbenjam.php?c=1219 
***

domingo, 18 de junho de 2017

Pergunta Lá Na Pinguela Que Caiu * Luis Celso Ferreira dos Santos - Ac

Pergunta Lá Na Pinguela Que Caiu

Luis Celso Ferreira dos Santos - Ac

"Você só vai conseguir a sua liberdade se deixar o seu inimigo saber que você não está fazendo nada para conquistá-la. Esta é a única maneira de conseguir a liberdade." Malcolm X
PERGUNTA LÁ NA PINGUELA QUE CAIU

Adquiri um medo de perguntar onde encontro a Democracia e alguém responder “Pergunta lá no Posto Ipiranga.”.

Sabem por quê ? Porque com a bexiga quase estourando eu vi brasileiros de várias espécies e categorias conversando com um candidato a presidência da república de papelão, tirarem fotos com ele e – Santa ignorância, votarem no candidato de papel.

Foram e são vítimas da tecnologia (Antigamente o nome era lavagem cerebral) e perguntaram com certeza para o celular em quem deveriam votar. A questão é que votar para presidente da república não é encontrar padarias ou comprar passagens aéreas. Mas até nesses casos de votos alguns poucos ganham algumas milhas pela fidelidade.

Muitíssimo menos votar para presidente não é pura e simplesmente primeiro dobrar à esquerda e depois virar para a direita. Não é assim que funciona.

Fazendo isso será igual aquela fraude indicada pelo comercial do Posto Ipiranga cujo tema é um programa de auditório com concurso de perguntas.

Teremos então que apelar sempre para a ajuda não dos universitários e sim para um legislativo e um judiciário corruptos os quais usarão invariavelmente de dois pesos e uma medida nas ações propostas.


Para o PMDB/PSDB tudo !! Para o PT os rigores das leis. Ehhh lasqueira!!!!

26 Razões Para Cassar a Concessão da Rede Globo * Bepe Damasco - Brasil 247

26 Razões Para Cassar a Concessão da Rede Globo 


Bepe Damasco
*
 1) O jornal O Globo apoiou a cassação do Partido Comunista Brasileiro, em 1947.

2) O Globo foi contra a criação da Petrobras.

3) O Globo participou do cerco a Getúlio, que levou o estadista ao suicídio.

4) O Globo deu sustentação à trama para impedir a posse de Jango, em 1961.

5) O Globo apoiou o golpe militar de 1964.

6) A Globo  aplaudiu a caçada  e o massacre dos opositores do regime  militar.

7) A Globo escondeu a campanha por Diretas Já.

8) A Globo tentou fraudar a eleição para o governo do Rio, em 1982, para impedir a eleição de Brizola. 

9) A Globo fraudou o debate entre Lula e Collor, em 1989.

10) A Globo sempre trabalhou contra a soberania nacional, defendendo a subserviência aos EUA e Europa.

11) A Globo é adversária histórica das políticas de valorização dos salários dos trabalhadores.

12) A Globo criminaliza os movimentos sociais, a pobreza e a atividade política.

13) A Globo liderou a farsa midiática-judicial do mensalão.

14) A Globo teve papel destacado na sabotagem e no golpe contra a presidenta Dilma Rousseff.

15) A Globo apoia todas as atrocidades jurídicas cometidas pela operação Lava Jato,

16) A Globo  assassina reputações de adversários e protege corruptos aliados.

17) A Globo defendeu o congelamento dos gastos em saúde e educação por 20 anos.

18) A Globo apoiou a aprovação do projeto de terceirização irrestrita, o fim da CLT.

19) A Globo aprova a venda de ativos da Petrobrás e a entrega do pré-sal aos estrangeiros.

20) A Globo trabalha pela aprovação da reforma da Previdência, que fará com que os trabalhadores trabalhem até a morte.

21) A Globo se empenha também pela aprovação da reforma trabalhista, para liquidar de vez com todos os direitos trabalhistas.

22) A Globo quer o fim quer o fim do SUS e do ensino gratuito nas universidades públicas.

23) A Globo luta pelo desmonte do estado social e da Constituição cidadã de 1988.

24) A Globo escondeu a manifestação em solidariedade a Lula, em Curitiba, que reuniu 50 mil pessoas.apedre

25) A Globo maquiou o depoimento de Lula a Moro, para esconder a ampla vantagem que o metalúrgico levou sobre o doutor Moro.

26) A Globo dedicou 18 horas do seu Jornal Nacional, nos últimos 12 meses, para apedrejar Lula

Texto de Bepe Damasco


http://www.brasil247.com/pt/colunistas/bepedamasco/295592/Motivos-n%C3%A3o-faltam-para-a-concess%C3%A3o-da-Globo-ser-cassada.htm

sexta-feira, 16 de junho de 2017

Cronologia do Golpe * Prof Fernando Horta - RJ

Cronologia do Golpe


 Os fatos, isoladamente, parecem não ter relação entre si, mas olha só o que acontece quando colocamos todos eles juntos...

Cronologia do golpe:

2007 - Descoberta do pré-sal, estimada em 20 trilhões de reais;
2008 - Derrocada do modelo capitalista e  prejuízo de 22 trilhões de dólares aos estados.
2009 - começo obscuro e desconhecido da lava a jato com orientação dos EUA.
2010 - Lula paga toda a divida externa brasileira e acaba com o dinheiro fácil para os bancos estrangeiros.
2010 - Crise do Euro e inicio da quebra de vários países europeus.
2009-2012 - discussões e votação do marco do pré-sal totalmente nacional e verba para educação
2012-2013 - Espionagem da NSA sobre a presidenta Dilma e os principais diretores da petrobras.
2013 - Dilma derruba a taxa basica de juros Selic para o menor patamar da história: 7,25%.
2013 - IBGE registra pela primeira vez o pleno emprego no Brasil, ou seja, menos de 5% de desempregados. (4,75%).
2013 - passeatas contra o "governo" fazem cair a aprovação de dilma de 80% para 40% em menos de 3 meses.
2014/mar - primeira fase da lava a jato.
2014/out - Reeleição Dilma
2014 - criação das facções: MBL / Vem Pra Rua / Revoltados online / Nas Ruas.
2014-2015 - Eduardu Cunha paralisa o congresso e impede Dilma de governar.
2015 - Dada a incerteza política empresários param de investir, mídia cria e alimenta a narrativa da crise.
2015/set - PEC da bengala impede dilma de indicar novo membro para o STF.
2016 - lava a jato ataca o núcleo do partido no poder.
2016 - impeachment de Dilma, STF se cala
2017 - morte de teori zavascki/indicação de tucano para o STF, mudança no marco regulatório do pre-sal, fim da previdência, das leis trabalhistas, da educação universal e do SUS, fatiamento e venda da Petrobras.
2017 - comandante militar moderado sofre com problemas de saúde e sinaliza que vai se afastar. Linha dura cotada para assumir
2017/maio - Projeto de lei adiando eleições (possivelmente) para 2020.
2017/maio - exercicios militares "conjuntos" entre Brasil e EUA na amazônia.
2017/abril-maio - prisões de manifestantes pelo brasil afora, chacinas de índios, ataque a lideranças sindicais 

Entendeu?

Fernando Horta - Professor de História da UNB